1 Comment

The Ultimate Fighter Brasil – Belfort vs. Silva – Episódio 4 – Cobertura Completa!

Como de costume, após o Fantástico teremos mais um episódio do TUF Brasil, desta vez, teremos mais um confronto entre os pesos-penas, será que o time Vitor vencerá e fará 3-0 ou o time Wand diminuirá a diferença? Descubra abaixo!

Outros Links:

Conheça os Treinadores do TUF Brasil

Assista todas as lutas do episódio 1

Veja quem foram os 16 classificados nesta 1ª edição do TUF Brasil

Perdeu Algum episódio? Assista aqui! 

Tabela:

Estrela Preta = Decisão, Estrela Azul = Nocaute, Estrela Verde = Submissão

O programa começa com Gasparzinho usando a máscara de Rony ‘Jason’, brincando com a estátua de um tigre. Gasparzinho não consegue dormir e acorda todos da casa. Muitos lutadores ficam bravos com Gasparzinho, Rony Jason é quem fica mais nervoso, dizendo que tem insônia e Gasparzinho sabia disso. Gasparzinho diz que Rony Jason quer aparecer e é por isso que está falando isso. Rony Jason não consegue mais dormir e vai treinar, acordando todos na casa com o batulho dos socos e chutes, Rony Jason diz que sua guerra é contra o time verde.

Rony Jason entra no grupo do time Vitor e diz para Vitor o que aconteceu, Gasparzinho e Jason começam a discutir e Belfort diz que procurará sempre corrigir os erros do time Verde e elogia a atitude de Jason de ir contar tudo. Vitor diz que seu time está tendo raça de vencedor. Wanderlei diz que tem que usar a raiva da outra luta para descontar nessa. Wanderlei diz que você é o que você pensa e que tem que se pensar sempre em vitorioso, ele finaliza o discurso dizendo que vai entrar contra Vitor com mentalidade vitoriosa.

Vitor diz que escolherão Rodrigo Damm ou Wolverine para a luta, dizendo que os dois são quem mais querem, o oponente ainda não foi decidido. Belfort diz que todos tem que estar preparados todos os dias, dizendo que o braço levanta só pra um.

Os lutadores do time Vitor acham errado o fato dos treinadores escolherem quem irá lutar.

É hora do anúncio da luta, Belfort começa parabenizando a luta Forte vs. Sarafian. Belfort chama John Macapá do time Azul para lutar contra Rodrigo Damm do time Verde. Os dois se encaram de forma amistosa, Rodrigo Damm diz que será uma luta boa e John Macapá diz que já esperava ser escolhido.

É feito o perfil de ambos os lutadores, com eles contando histórias de infância e de como entraram no mundo da luta, enquanto passam imagens do treino.

No dia seguinte, os lutadores treinam na casa e Wanderlei visita a casa do TUF. Belfort explica como funciona a perda de peso, Wanderlei conta como funciona a desidratação. John Macapá pesa 66.6 na pesagem entre seu time apenas e fica satisfeito. Wanderlei fala como é chato Vitor Belfort, dizendo que são 15 minutos de treino e 2 horas de sermão.

Chega o dia da pesagem oficial e Rodrigo Damm é o primeiro a subir, pesando 66.2, John Macapá sobe, tirando toda a roupa e também pesa 66.2. No dia da luta, ambos estão muito pensativos, Rodrigo Damm diz que tá com sede de vitória, Macapá diz que vai entrar pra vencer.

Rodrigo Damm (Foto: Divulgação - TUF Brasil)John Teixeira (Foto: Divulgação - TUF Brasil)

Rodrigo Damm vs. John Macapá

Round 1.

Macapá começa indo pra frente no início, acertando 2 bons hooks, Damm acerta um straight e Macapá ventra no swing, Macapá acerta 2 bons hooks e Rodrigo Damm cai, mas logo se levanta e segura Macapá no clinch. Rodrigo Damm consegue o takedown e fica em full guard. Macapá se levanta e Damm continua controlando no clinch, Macapá consegue sair do clinch e eles vão pra trocação novamente, Macapá leva a melhor na trocação, acertando mais golpes e esquivando bem, Macapá acerta um bom straight seguido de low kick, Damm tenta revidar, mas Macapá segura seu pé e acerta outro straight, derrubando Damm, Macapá tenta ir pra cima porém erra o alvo, Damm segura Macapá no clinch, o levanta e aplica um ótimo Greco-Roman Slam. Damm entra em full guard e tenta aplicar um triangle choke. Yamasaki diz que vai levantar os lutadores pela falta de ação e Damm não consegue criar nada significativo no chão. Macapá consegue uma boa raspada e se levanta, eles voltam pra cima na trocação, Macapá parece mais cansado, mas continua melhor, acertando swings e low kicks. Macapá acerta um bom body kick que desequilibra Rodrigo Damm, que puxa pro clinch, porém não consegue derrubar, Macapá acerta duas boas joelhadas e se segura na posição nos últimos 10 segundos, fim de round.

Nota de Lucas Lutkus: Macapá 10-9

Nota de tomyer: Macapá 10-9

Round 2.

Damm tenta o takedown duas vezes, Macapá faz o sprawl em ambas, Damm acerta um high kick e vai pro clinch, Macapá sai rapidamente e eles voltam pro meio. Eles ficam sem dar golps por quase 30 segundos e Macapá acerta um low kick, ele começa a trabalhar bem os low kicks e Damm não consegue outro takedown, Damm tenta trocar, mas toma um grande atraso de Macapá, que vem vencendo o 2º round, acertando praticamente todos os golpes, Damm acerta um swing de raspão e Macapá responde com mais um low kick, Damm luta com a guarda baixa, facilitando as entradas de Macapá, que continua entrando, atacando com straights e chutes. Damm dá uma dedada não intencional no olho de Macapá e a luta para. A luta volta após cerca de 30 segundos, Damm consegue acertar algumas sequencias e volta melhor pra luta, Macapá começa a trabalhar novamente os low kicks e defende mais dois takedowns, Macapá está muito melhor, contra atacando os golpes de Damm, Damm finalmente consegue o takedown, mas não por muito tempo, Macapá mostra habilidade, levantando rapidamente. Damm derruba Macapá novamente, que se mostra muito cansado, 1 minuto para o fim da luta e Damm fica por cima no fim desde 2º round em side control. Wanderlei pede ação para Macapá, Damm consegue a montada e Macapá volta para a half guard. 15 segundos para o fim e é Rodrigo Damm quem domina o fim de round, que acaba.

Nota de Lucas Lutkus: Damm 10-9

Nota de tomyer: Damm 10-9

Round 3.

Os dois começam o round trocando socos sem contundência, Macapá continua minando as pernas de Damm com seus leg kicks, Damm volta a ficar sem tanta ação e procura a hora certa do takedown, Damm acerta um leg kick, Macapá está mais contundente com leg kicks enquanto Damm está mais parado, visivelmente exausto. Damm tenta ir pra cima e Macapá esquiva bem trabalhando nos low kicks, Damm tenta um single leg takedown e consegue um belíssimo greco-roman slam, ele cai por cima e começa a trabalhar os socos, Macapá, com dois minutos para o fim da luta, Macapá tenta puxar pra um arm triangle enquanto Damm se ajusta no chão, ficando em half guard, ambos estão visivelmente cansados e Damm tenta outro arm triangle, com 1:20 para acabar, Damm consegue side control sem problemas e Macapá quase consegue uma raspada, Macapá consegue levantar com 1 minuto restante e Macapá puxa pra cage, 40 segundos para o fim da luta e Macapá segura Damm no clinch, Damm tenta um armbar e Macapá defende bem, 10 segundos e Macapá consegue montar em Damm, Damm cai por cima no último segundo de luta e ela acaba.

Nota de Lucas Lutkus: Damm 10-9 (Damm 29-28 Macapá)

Nota de tomyer: Macapá 10-9 (Macapá 29-28 Damm)

Decisão Oficial: O vencedor por decisão dividida e semifinalista é… RODRIGO DAMM!

Rodrigo Damm (Foto: Divulgação - TUF Brasil)

O time de Wanderlei está inconformado com a decisão dos juízes, não aceitando a decisão de jeito algum. O time Vitor comemora muito a vitória e o time Wanderlei está sem aceitar o fim da luta.

Damm elogia muito Macapá, dizendo que ele é o lutador mais duro da outra equipe, Damm agradece muito e toma um banho de açaí, Macapá agradece o apoio do time Wanderlei e diz que está feliz de estar onde está, mostrando que é um bom perdedor, dizendo que a vida não é feita de vitórias e que tem que se saber controlar os sentimentos, o time Wand elogia muito Macapá, que se mantém calmo e sereno mesmo após a derrota.

Mostra-se uma prévia do próximo episódio e o TUF Brasil dessa semana termina!

About Lucas Lutkus

Acessem http://winformativo.com/ e https://inthefightclub.wordpress.com/

One comment on “The Ultimate Fighter Brasil – Belfort vs. Silva – Episódio 4 – Cobertura Completa!

  1. Acho que o Macapá venceu, mas essa luta foi daquelas, que qualquer um poderia ganhar que seria justo.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: