1 Comment

Prévia – TUF 15 Finale: Ellenberger vs. Kampmann

O 1º TUF ao vivo da história chega à sua final, Mike Chiesa encara Al Iaquinta na final dos pesos-leves e teremos ainda no main event, Jake Ellenberger enfrentando Martin Kampmann em uma luta de dois caras capacitados para disputar o cinturão!

Myles Jury (9-0, 0-0 UFC) vs. Chris Saunders (9-2, 0-0 UFC)

De um lado, Myles Jury, que chegou como um dos favoritos ao show e caiu nas eliminatórias para Al Iaquinta. De outro, Chris Saunders, que venceu um favorito em Sam Sicilia e perdeu para Vic Pinchel nas semifinais.

Apesar de ter caído mais cedo na competição, Myles Jury ainda entra nesta luta com status de favorito, ele é um excelente wrestler e ainda é um dos grandes talentos revelados neste TUF.

O veterano do BELLATOR, Chris Saunders vem depositando a confiança em suas mãos pesadas e em seu gás, que parece nunca se esgotar.

Previsão: Myles Jury é muito melhor e, sem grandes problemas, vence por decisão unânime.

Daron Cruickshank (10-2, 0-0 UFC) vs. Chris Tickle (7-4, 0-0 UFC)

Em outra luta de ex-TUFs, temos Daron Cruickshank que perdeu para James Vick no TUF 15 encarando Chris Tickle, constantemente criticado por Dominick Cruz como o lutador mais fraco da temporada.

Cruickshank depositará as esperanças em seus poderosos chutes, que podem vir de qualquer ângulo e ir à qualquer lugar.

Tickle já mostrou que não gosta de seguir planos de jogo e deve entrar na trocação com Cruickshank, apostando em suas mãos rápidas e afiadas.

Previsão: Em uma luta que é candidata à luta da noite, Daron Cruickshank nocauteia no 2º round.

Justin Lawrence (3-0, 0-0 UFC) vs. John Cofer (7-1, 0-0 UFC)

O grande favorito do show, Justin Lawrence, não decepcionou e chegou às semifinais, porém foi surpreendido por Mike Chiesa e caiu fora, agora, enfrenta John Cofer, que não fez grande barulho na série e é o azarão.

Lawrence tem um striking muito mais afiado e um wrestling defensivo que permitem a ele ditar o ritmo da luta.

Cofer terá que procurar a queda a todos os momentos sem ter medo do nocaute, afinal, se ficar em pé será isso que vai acontecer. Se Cofer derrubar, talvez haja uma chance de sua vitória.

Previsão: Justin Lawrence domina e nocauteia ainda no 1º round.

Cristiano Marcello (12-3, 0-0 UFC) vs. Sam Sicilia (10-1, 0-0 UFC)

O brasileiro ex-PRIDE e ex-treinador de Jiu Jitsu da Chute Boxe, Cristiano Marcello irá enfrentar o excelente wrestler Sam Sicilia.

O único representante brasileiro da competição, Marcello terá como tarefa levar a luta pro chão e finalizar Sam Sicilia.

Mas isso não será fácil, Sicilia é extremamente atlético, é um ótimo wrestler e tem um poder de nocaute incrível.

Previsão: Vai ser difícil, mas Cristiano Marcello conseguirá surpreender, derrubar e finalizar Sam Sicilia no 3º round de maneira espetacular.

John Albert (7-2, 1-1 UFC) vs. Erik Perez (10-4, 0-0 UFC)

De um lado temos John Albert, que vem de uma lutaça contra Ivan Menjivar e é uma das grandes promessas da empresa. De outro, Erik Perez, lutador de Greg Jackson estreando no UFC.

John Albert tem uma explosão excelente, que faz seu striking ser temido e tem um ótimo jogo de chão, sabendo defender-se de submissões e sair por cima em raspagens sem grandes problemas.

Erik Perez vem de 5 vitórias consecutivas, o lutador de Greg Jackson é completo no MMA e tem todo o apoio psicológico para não sentir o peso da estreia.

Previsão: Erik Perez é um ótimo lutador, mas John Albert é muito para ele, Albert vence por decisão unânime.

Joe Proctor (7-1, 0-0 UFC) vs. Jeremy Larsen (8-2, 0-0 UFC)

Na última luta do card preliminar, o faixa-preta de Jiu-Jitsu Joe Proctor enfrentará o striker Jeremy Larsen.

Proctor procurará o chão e nada mais que isso, com seu ótimo jiu-jitsu, Larsen pode ser uma presa fácil se não tomar cuidado.

Larsen é o grande azarão da luta, após mostrar um wrestling medíocre contra Mike Chiesa, Larsen terá que evitar as quedas e tentar o nocaute contra um sempre explosivo Joe Proctor.

Previsão: Joe Proctor finaliza sem dificuldades no 1º round.

Max Holloway (4-1, 0-1 UFC) vs. Pat Schilling (5-1, 0-1 UFC)

Ambos invictos ao chegar ao UFC, ambos estreando com derrotas por finalização. Max Holloway enfrenta Pat Schilling.

Max Holloway teve uma estreia desleal, logo em sua primeira luta foi  colocado em prova de fogo e enfrentou um dos melhores pesos-penas do mundo, Dustin Poirier. Holloway mostrou um pouco de seu estilo de ataque unortodoxo, mas não foi o suficiente para vencer o completíssimo Poirier.

Já Pat Schilling perdeu para Daniel Pineda e não mostrou nada, foi derrubado, montado e finalizado em menos de 2 minutos. Seu nível de oponentes antes de ir ao UFC não impressiona, a soma do cartel de todos é 14-31. Sua única saída é esperar surpreender Holloway com um wrestling mais afiado, o que é difícil.

Previsão: Sem surpresa alguma, Max Holloway domina, dá show e vence por nocaute na metade do 1º round.

Jonathan Brookins (13-4, 2-1 UFC) vs. Charles Oliveira (15-2, 3-2, 1 NC, UFC)

Em uma das melhores e mais disputadas lutas da noite, os ex-pesos leves Jonathan Brookins e Charles do Bronx se encaram para entrar na lista de contenders dos pesos-penas.

O brutal nocaute de Jonathan Brookins sobre Vagner Rocha

De um lado, o vencedor do TUF 12, Jonathan Brookins, um wrestler excepcional que consegue trabalhar muito bem no clinch, mas não é muito bom em derrubar. Brookins tem um jogo ‘feio’, mas eficiente, não deixando seu oponente criar nada, frustrando-o psicologicamente e cansando-o fisicamente.

A chave de panturrilha, nunca antes vista no UFC, aplicada por Charles do Bronx contra Eric Wisely

Seu oponente, o brasileiro faixa-preta de Jiu-Jitsu e excelente striker, Charles ‘Do Bronx’ Oliveira. Charles vem de uma vitória espetacular sobre Eric Wisely onde ganhou com uma inédita chave de panturrilha e mostrou sua abilidade de encaixar submissões em qualquer posição.

Previsão: Jonathan Brookins só tem uma saída, permanecer no clinch por todos os 15 minutos. Charles não terá medo de atacar sem se proteger de quedas e, se for quedado, saberá como transformar o chão num pesadelo para Brookins. Charles Do Bronx terá alguma dificuldade, mas conseguirá finalizar no 3º round.

Mike Chiesa (7-0, 0-0 UFC) vs. Al Iaquinta (5-1-1, 0-0 UFC)

Chegou a hora da grande final! O cabeludo e barbudo Mike Chiesa enfrenta o talentoso Al Iaquinta em uma luta que promete muito!

Mike Chiesa nocauteia Vistante nas eliminatórias do TUF 15.

De um lado, o favorito dos fãs, o barbudo Mike Chiesa. Lutador da desconhecida arte marcial Sikjitsu, Mike Chiesa ficou conhecido no show por sua habilidade de dar a volta por cima não importa em quanto perigo esteja, isto aconteceu em todas as suas 4 vitórias no show e ele contará com isso novamente contra Al Iaquinta.

Al Iaquinta mostrando seu refinado striking contra Myles Jury

Enquanto Mike Chiesa luta puramente com o coração, Al Iaquinta chega à final por ser o mais completo dos lutadores da casa. Com um ótimo striking, um ótimo wrestling e uma habilidade de sair do chão sem grandes problemas, Al Iaquinta entra como o grande favorito para a final. Ele ditará o ritmo da luta, fugirá das trocações francas e se se sentir confortável, derrubará Mike Chiesa.

Previsão: Al Iaquinta é o grande favorito e deve dominar, mas Mike Chiesa fará o que fez todas as vezes até chegar à final, surpreenderá e conseguirá finalizar Al Iaquinta no fim do 3º round de maneira espetacular.

Jake Ellenberger (27-5, 6-1 UFC) vs. Martin Kampmann (19-5, 10-4 UFC)

Chegamos à luta principal da noite! Dois dos melhores meio-médios do mundo se encaram para ver quem fica mais perto de uma chance ao disputado título de Georges St-Pierre e de Carlos Condit.

Jake Ellenberger acerta duras cotoveladas em Diego Sanchez

Jake Ellenberger, favorito na luta, entra no combate vindo de 6 vitórias consecutivas e tendo sua única derrota em uma controversa decisão para Carlos Condit.

Ellenberger irá querer manter a luta de pé, tem um striking excelente e um wrestling ótimo, se Kampmann conseguir derrubá-lo, não será surpresa se Ellenberger se levantar sem grandes dificuldades.

Esperem Ellenberger indo pra cima, atirando bombas e procurando sempre a trocação franca contra Martin Kampmann.

Martin Kampmann finaliza Thiago Alves em uma virada impressionante

Seu oponente é Martin Kampmann, que conseguiu uma das maiores viradas da história do UFC após perder os 3 rounds contra Thiago Alves e conseguir aplicar uma guilhotina nele há 50 segundos do final.

Bom kickboxer, Martin Kampmann sabe que Ellenberger é um striker melhor que ele e por isso tentará manter a distância com chutes e pontuar com jabs, sequências e esquivas rápidas.

Martin Kampmann não tem grande interesse em levar a luta para o chão e, por isso, deve usar seu kickboxing para levar a luta até o fim do 5º round e vencer por decisão e não tentar nocautear, método que não vence desde 2009.

Previsão: 5 rounds é muito tempo para Kampmann manter Ellenberger longe dele, Ellenberger consegue se aproximar, consegue derrubar e, trabalhando no ground n’ pound, consegue um TKO no 3º round.

About Lucas Lutkus

Acessem http://winformativo.com/ e https://inthefightclub.wordpress.com/

One comment on “Prévia – TUF 15 Finale: Ellenberger vs. Kampmann

  1. […] Prévia: https://inthefightclub.wordpress.com/2012/05/31/previa-tuf-15-finale-ellenberger-vs-kampmann/ […]

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: