1 Comment

Prévia – UFC On FX 3: Johnson vs. McCall

UFC Poster FX Johnson McCall 2

Em mais um UFC On FX, Demetrious Johnson irá encarar Ian McCall com o vencedor garantindo uma title shot ao título de pesos-mosca do UFC que não tem dono! Quem vence? Johnson ou McCall? Lembrando que ambos empataram a luta no 1º duelo entre si.

Sean Pierson (11-6, 1-2 UFC) vs. Jake Hecht (11-3, 1-1 UFC)

Abrindo o card, dois strikers/wrestlers se enfrentam em uma luta que pode determinar a saída de um deles no UFC. Sean Pierson, que vem de derrotas consecutivas para os contenders Dong Hyun Kim e Jake Ellenberger, irá enfrentar Jake Hecht, que perdeu para TJ Waldburger. Pierson já enfrentou (e derrotou) lutadores melhores, mas Hecht tem uma mão mais pesada. Com um wrestling equivalente, esta luta ficará de pé e será imprevisível.

Previsão: Jake Hecht tem uma mão pesadíssima que pode acabar com a luta em qualquer momento, mas Sean Pierson saberá usar o alcance a seu favor e manterá a luta na distância. Sean Pierson nocauteia no 3º round.

Henry Martinez (8-2, 0-1 UFC) vs. Bernardo Magalhaes (11-2, 0-1 UFC)

O primeiro dos 4 brasileiros a entrar em ação na noite, Bernardo ‘Trekko’ Magalhães irá enfrentar o wrestler Henry Martinez. Martinez é um produto de Greg Jackson e segundo o mesmo, um de seus maiores talentos, ele perdeu sua estreia contra Matt Riddle e agora, uma categoria abaixo da que estreou, tentará usar sua força e seu wrestling para levar a luta pro chão. Seu oponente é Trekko, brasileiro que mora na Austrália e tem como forte o gás, visto que de suas 11 vitórias, 9 foram por decisão.

Previsão: Martinez vem com tudo, vence o 1ºround, mas não consegue manter o ritmo até o fim da luta. Em uma decisão apertada, Bernardo ‘Trekko’ Magalhães vence.

Buddy Roberts (11-2, 0-0 UFC) vs. Caio Magalhaes (5-0, 0-0 UFC)

O 2º brasileiro da noite, Caio ‘Hellboy’ Magalhães irá enfrentar Buddy Roberts em uma luta em que é o azarão, mas tem tudo pra surpreender. Roberts tem 29 anos e é um lutador completo, vindo de vitória sobre o King Of The Cage, Tony Lopez. Magalhães chamou a atenção por suas performances no Shooto Brasil e é um dos únicos lutadores brasileiros que se foca mais no wrestling. Esperem Hellboy tentando levar a luta pro chão enquanto Roberts tenta a manter em pé.

Previsão: Será um combate difícil para Magalhães, que consegue alguns takedowns, mas perderá algum round. Magalhães vence em outra decisão apertada.

Tim Means (17-3-1, 1-0 UFC) vs. Justin Salas (10-3, 1-0 UFC)

Uma clássica luta entre striker vs. grappler, o nocauteador Tim Means irá batalhar contra Justin Salas. Means, que tem 12 vitórias por nocaute em seu cartel, estreou vencendo Bernardo ‘Trekko’ Magalhães e levando a luta para a decisão dos juízes após mostrar uma boa defesa de quedas e defender todas. Salas por outro lado, bateu Anton Kuivanen no mesmo evento e conseguiu acertar todas as 4 quedas que tentou.

Previsão: Tendo como base a estreia de ambos, Salas foi mais contundente e teve uma performance melhor. Salas leva a luta pro chão e vence por TKO no 2º round.

Dustin Pague (10-5, 0-1 UFC) vs. Jared Papazian (14-7, 0-1 UFC)

Dustin Pague, participante do TUF 14, teve uma dura estreia no UFC quando foi derrotado por John Albert no 1º minuto de luta, sua 2ª luta no UFC também não será nada fácil… Encarará Jared Papazian, que vem de derrota por decisão majoritária em uma lutaça contra Mike Easton. Pague irá sem dúvida alguma procurar o chão a todos os momentos, onde é mais confortável para lutar. Papazian que tem 5 nocautes na carreira e nunca foi nocauteado, irá com tudo pra cima desde o início, sempre visando o nocaute.

Previsão: Papazian é um lutador melhor e vencerá a luta, ganhando também o prêmio de Nocaute da Noite.

Leonard Garcia (15-8-1, 2-4 UFC) vs. Matt Grice (14-4, 1-4 UFC)

Temos aqui o favorito para vencer o prêmio de Luta da Noite… Quando se tem Leonard Garcia em uma luta, você pode ter certeza de que teremos um combate para ser marcado para a história. Garcia já fez uma das 10 melhores lutas da história, contra Chan Sung Jung e teve grandes combates contra Nam Phan, Mark Hominick e Roger Huerta. Porém, perdeu 3 das últimas 4 lutas e tem sua última chance no UFC. Seu oponente é Matt Grice, outro que está em sua 2ª passagem pela empresa e também periga de ser demitido. Grice perdeu para Ricardo Lamas em sua última luta e não parece ter se adaptado aos pesos-penas.

Previsão: Por incrível que pareça, a melhor tática para Leonard Garcia é fazer o que sabe, ir com tudo pra cima, sem temer nocautes, quedas ou submissões. Matt Grice é um bom nocauteador, porém não é tão contundente na trocação quanto Garcia, que conseguirá um knockdown e partirá para a finalização, vencendo a luta ainda no 1º round.

Mike Pierce (13-5, 5-3 UFC) vs. Carlos Eduardo Rocha (9-1, 1-1 UFC)

Uma luta que à primeira vista parece ser totalmente inclinada para Mike Pierce, acaba por ser uma das mais equilibradas do card. Veremos: Trocação? Mike Pierce tem 6 nocautes na carreira, ‘Tá Danado’ tem 1. Wrestling? É o forte de Mike Pierce. Ritmo? Mike Pierce lutou em fevereiro de 2012, ‘Tá Danado’ não luta desde fevereiro de 2011. Oponentes? Mike Pierce enfrenta e derrota nomes e mais nomes do UFC desde 2009, ‘Tá Danado’ nunca venceu nenhum oponente de renome. O que faz Carlos Eduardo ‘Tá Danado’ Rocha ter alguma chance nessa luta? Seu jiu-jitsu excelente e capacidade de adaptar seu jogo ao de seu oponente. Rocha quase venceu o top contender Jake Ellenberger em sua 2ª luta no UFC, perdendo em uma controversa decisão dividida. Não houve um lutador que conseguiu entender o jogo de Rocha e ele está a 1 ano e meio se preparando para voltar, Mike Pierce tem muito trabalho pela frente…

Previsão: Mike Pierce é favorito e mostrará isso logo no começo, ditando o ritmo da luta, mantendo-a em pé e fugindo das finalizações… Mas ‘Tá Danado’ é superior taticamente e conseguirá fazer Pierce ir ao chão. Carlos Eduardo Rocha finaliza no 2º round.

Seth Baczynski (15-7, 2-1 UFC) vs. Lance Benoist (6-0, 1-0 UFC)

Em outra bem-casada luta, Seth Baczynski irá enfrentar Lance Benoist. Baczynski vem de 4 vitórias consecutivas e tem tudo para continuar vencendo quando enfrentar Lance Benoist, um lutador completo de 23 anos, porém sem gás. Benoist estava dominando a luta contra Matt Riddle até cansar no 3ºround e quase ser derrotado. Benoist precisará provar que melhorou este seu defeito contra Seth Baczynski, um excelente lutador que só teve 2 de suas 22 lutas indo para a decisão dos juízes e que saberá o que fazer contra Benoist.

Previsão: Baczynski deixa Benoist cansar-se, derruba-o e finaliza-o no 3º round. Simples assim.

Scott Jorgensen (13-5, 2-1 UFC) vs. Eddie Wineland (18-8-1, 0-2 UFC)

Não se engane com o cartel no UFC de Eddie Wineland. Suas derrotas foram para Urijah Faber, 2º melhor peso-galo do mundo e Joseph Benavidez, melhor peso-mosca do mundo. Seu oponente será Scott Jorgensen, que perdeu para Renan Barão em uma luta de contenders.

Scott Jorgensen coloca Chad George para dormir.

De um lado, temos Scott Jorgensen, sem dúvidas um dos 10 melhores pesos-galo do mundo. Jorgensen é um ótimo wrestler que tem como poucos a capacidade de ditar completamente o ritmo da luta, lutando do jeito que quiser, onde quiser. De suas 5 derrotas, 4 foram em decisões apertadas contra outros excelentes lutadores. Jorgensen já bateu diversos nomes do MMA como Jeff Curran, Brad Pickett, Antonio Banuelos e Takeya Mizugaki. Ele entra como favorito na luta e uma vitória pode o colocar de volta no radar de contenders.

Eddie Wineland Ken Stone WEC 53 MMA gifs gif slam knockout KO

Eddie Wineland nocauteia Ken Stone com um slam

Mas não pensem que a tarefa de Jorgensen será fácil. Seu oponente é Eddie Wineland, que ainda não venceu no UFC, mas teve duas lutas muitíssimo equilibradas contra Urijah Faber e Joseph Benavidez, dois lutadores do alto escalão do UFC. Wineland é um lutador completíssimo e por isso a habilidade de Jorgensen de ditar o ritmo da luta não fará muito efeito contra Wineland que já bateu nomes como Ken Stone, George Roop e Antonio Banuelos. Esperem uma luta equilibrada em todas as áreas. Os dois são excelentes lutadores e a luta promete!

Previsão: Ambos se anulam em todos os aspectos, Wineland tem uma mão pesada, Jorgensen tem um queixo-duro. Jorgensen tem um excelente wrestling, Wineland é ótimo em defender takedowns. Ambos são decentes no chão. No fim, o que tiver mais vontade vence. E pela situação atual, Wineland deverá vencer.

Mike Pyle (22-8-1, 5-3 UFC) vs. Josh Neer (33-10-1, 6-6 UFC)

Chegamos à luta mais interessante do card, dois veteranos no MMA vivendo o ponto alto de suas carreiras. De um lado, temos Mike Pyle que das últimas 6 lutas, venceu 4, perdendo apenas para Rory MacDonald e Jake Ellenberger, dois dos melhores pesos meio-médios do mundo. De outro lado, Josh Neer, que vem de 6 vitórias consecutivas.

Mike Pyle nocauteia Ricardo Funch no UFC RIO 2

No MMA desde 1999 e no UFC desde 2009, Mike Pyle tem 36 anos e é um dos mais velhos lutadores da empresa. Com 30 lutas no cartel, Mike Pyle já enfrentou todo o tipo de oponente e sabe bem como se portar em qualquer luta. Pyle é um excelente lutador defensivo, além de saber controlar bem o ritmo das lutas e usar o contra-ataque como sua principal arma. Esperem Mike Pyle mais cauteloso contra Josh Neer, esperando o erro de seu oponente para tentar capitalizar um bom strike ou uma boa queda.

Danzig-neer-13_medium

Josh Neer acerta um triângulo em Mac Danzig

De outro lado, Josh Neer que tem a incrível marca de 44 lutas no MMA tendo apenas 29 anos! Neer, que já lutou 12 vezes no UFC é um nocauteador com excelente jogo de chão. Pyle sabe que o fraco de Neer é o wrestling e explorará isso, caberá a Neer quebrar o ritmo de Pyle com explosões constantes e strikes diferenciados. Se Neer surpreender Pyle, pode embalar e até conseguir um nocaute. Neer também é um excelente finalizador e pode conseguir uma finalização-surpresa. Pyle terá que manter a luta fechada, não dando espaço para as explosões de Neer se quiser vencer.

Previsão: Neer pode até tentar, mas o veterano Mike Pyle será superior e vencerá a luta por decisão.

Erick Silva (13-2, 1 NC, 1-1 UFC) vs. Charlie Brenneman (15-3, 4-2 UFC)

Chegamos ao co-main event! De um lado, a sensação brasileira e pupilo de Anderson ‘Spider’ Silva, Erick Silva! De outro, a sensação americana e excelente wrestler, Charlie Brenneman! Em um duelo onde o vencedor ganha ainda mais destaque entre os meio-médios, ambos se enfrentam em um duelo onde tem muito a ganhar e pouco a perder!

Erick Silva nocauteia Carlo Prater, como podem ver, uma pena que Mario Yamazaki viu strikes ilegais onde não houve.

Erick ‘Indio’ Silva, principal pupilo de Anderson Silva vem mostrando um estilo incrível de lutar, sua mão pesada e rápida, seguida de sua habilidade para acabar com a luta em segundos lhe deu ‘2’ vitórias no UFC que duram 69 segundos se somadas! Erick Silva irá procurar exatamente a mesma coisa contra Charlie Brenneman, uma explosão logo de início, seguida de muitos socos, joelhadas e quem sabe uma finalização? Não pisquem na luta, pois Erick Silva pode nocautear nos primeiros segundos!

Na falta de nocautes de Charlie Brenneman, fiquem com Erick Silva nocauteando Luis Beição

Porém, Erick não pode entrar com certeza do nocaute. Seu oponente é o mais forte que já enfrentou até agora. Charlie Brenneman era totalmente desconhecido até mesmo para Dana White, um wrestler regular, Brenneman iria lutar nas preliminares do UFC Live 4 quando Nate Marquadt foi barrado e expulso do UFC por reposição de testosterona, Dana White o convidou para lutar no lugar de Marquadt no card principal, o que Brenneman tinha para perder? Nunca havia tido momentos de destaque e uma vitória num fraco card preliminar não o traria fama também, Brenneman aceitou e chocou o mundo… Derrotou Rick Story, que vinha de 6 vitórias consecutivas por decisão unânime! Em sua luta seguinte, foi derrotado por um Anthony Johnson que, pra variar, estava acima do peso. Em seu último combate venceu Daniel Roberts e agora enfrenta Erick Silva, planejando trabalhar no wrestling, protegendo-se de nocautes e finalizações.

Previsão: Erick Silva terá sua defesa de quedas testada nessa luta, Brenneman irá de encontro a ele, buscando uma brecha em seus ataques para derrubá-lo e então deixar a luta esfriando no chão. Se Erick conseguir defender bem as quedas, pode nocautear em questão de segundos, se for ao chão, pode finalizar Brenneman a qualquer momento. Erick Silva é quedado, consegue levantar-se e nocauteia no fim do 1º round.

Ian McCall (11-2-1, 0-0-1 UFC) vs. Demetrious Johnson (14-2-1, 2-1-1 UFC)

Chegamos à luta da noite! Ian McCall e Demetrious Johnson terão 5 rounds para acertar as contas após um empate no UFC On FX 2. O vencedor vai à final do GP de pesos-mosca e enfrenta Joseph Benavidez pelo título do mesmo.

Ian McCall fica perto de finalizar Demetrious Johnson na 1ª luta entre ambos

Ian McCall entra na luta após ser anunciado como derrotado por decisão dividida e depois re-anunciado como tendo uma luta empatada. Ian McCall é um excelente wrestler, com ótimo ground n’ pound e um queixo duríssimo. A chave de Ian McCall é levar a luta pro chão, se conseguir, sua vitória pode estar encaminhada. No 1º duelo entre ambos, McCall havia sido derrotado em 2 rounds até que no 3º conseguiu quedar Demetrious Johnson e o massacrou por 5 minutos, atacando sem parar e conseguindo um 10-8. Se McCall levar pro chão, a luta, ou pelo menos o round, é dele.

Demetrious Johnson também não ficou atrás e quase nocauteou McCall

Demetrious Johnson por outro lado, quer manter a luta em pé. Foi assim que venceu Miguel Torres e que foi melhor contra Dominick Cruz. O menor lutador do UFC (1.60m) teve uma estreia incrível como peso-mosca, mostrando que é um lutador e tanto nesta categoria. Bateu Ian McCall em 2 rounds em pé antes de ser derrubado no 3º e perder por 10-8. A chave para Johnson será fazer o que fez durante os 2 primeiros rounds, evitar o clinch, as quedas e manter a trocação. Johnson entra na luta como favorito.

Previsão: Nada deverá mudar de como foi a primeira luta, com a exceção de que ambos já se conhecem. Ian McCall conseguiu descobrir a grande fraqueza de Johnson e por isso irá tentar a queda a todos os instantes. Ian McCall consegue mais quedas do que no 1º embate e vence, por TKO ou decisão.

About Lucas Lutkus

Acessem http://winformativo.com/ e https://inthefightclub.wordpress.com/

One comment on “Prévia – UFC On FX 3: Johnson vs. McCall

  1. […] Horário: A partir das 19h (Card Preliminar); A partir das 22h (Card Principal) Prévia: https://inthefightclub.wordpress.com/2012/06/07/previa-ufc-on-fx-3-johnson-vs-mccall/ Onde Passa: Premiere Combate O IN THE FIGHT CLUB FARÁ A COBERTURA AO VIVO DO CARD […]

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: