Leave a comment

Fedor se aposenta! Saiba tudo sobre a carreira do maior lutador de todos os tempos

Foi um dia de muita emoção e tristeza no esporte do MMA.

O MMA perde hoje seu maior nome em toda a história, sua maior lenda, o melhor de todos os tempos, Fedor Emelianenko, se aposentou hoje após derrotar Pedro Rizzo por nocaute técnico no 1º round.

Clique abaixo e saiba um pouco mais sobre a história do russo que é, para muitos, o maior de toda a história.

Fedor Emelianenko nasceu em 1976 na cidade de Rubizhne, na parte ucraniana da União Soviética. Quando tinha 2 anos, se mudou para Stary Oskol, Belgrado, Rússia Soviética.

Fedor serviou o exército de 1995 à 1997 e é faixa-preta de Judô e Grã-Mestre de Sambô.

Fedor estreou na empresa RINGS e, em 2000, sofreu a primeira derrota de sua carreira para o japonês Tsuyoshi Kohsaka.

A derrota, porém, para muitos não valeu. A luta acabou em 17 segundos por causa de uma cotovelada ilegal de Kohsaka, que acabou tendo a vitória pois não existia no contest no torneio.

Fedor conquistou seu primeiro cinturão após derrotar Renato ‘Babalu’ Sobral para se tornar o campeão de pesados da RINGS, em 2002, Fedor bateu Chris Haseman e se tornou também o campeão Absoluto da RINGS no último torneio da história da empresa.

Após vencer o Absoluto da RINGS, Fedor estreou na empresa japonesa PRIDE em 23 de junho de 2002. Enfrentou o gigante de 2,11 Semmy Schilt, famoso kickboxer holandês e pleno favorito para a luta. Não tomando conhecimento de seu oponente, Fedor derrotou-o e então partiu para enfrentar Heath Herring em uma luta onde o vencedor teria uma chance ao título de pesados do PRIDE, Heath Herring, americano muito famoso no Japão era o favorito para a luta, porém Fedor novamente surpreendeu a todos e, com um ground n’ pound devastador, venceu Heath Herring por TKO no fim do 1º round.

Fedor lutaria então contra seu maior rival no MMA, Antonio Rodrigo ‘Minotauro’ Nogueira, o campeão de pesos-pesados do PRIDE, no PRIDE 25 no dia 16 de março de 2003. Minotauro vinha de vitórias sobre Mark Coleman, Heath Herring e Bob Sapp (que na época era temido por muitos). Minotauro era, para muitos, invencível graças à suas habilidades de finalização e resistência. O momento chegou, o desconhecido russo que nunca havia sido legitimamente derrotado enfrentava o melhor lutador do mundo. A luta começa e Fedor deixa Minotauro grogue com socos, Minotauro cai e puxa a guarda, uma das mais perigosas do MMA, Fedor então surpreende e, pela 3ª vez, choca o mundo, sobrevivendo a todas as tentativas de finalização de Minotauro e dominando-o por 20 minutos. Ao fim da luta, Fedor Emelianenko era o campeão de pesos-pesados do PRIDE, um título que ele nunca perderia.

Sua primeira defesa seria contra o campeão da IWGP (empresa de Pro-Wrestling) Kazuyuki Fujita. Fedor entra na luta como total favorito, a luta começa e… Fedor cai. Fujita acerta um gancho de direita que faz Fedor ir ao chão, porém o guerreiro russo não demora para se levantar e atingir uma combinação que derruba Fujita, Fedor consegue suas costas e em apenas 4:17 consegue vencer a luta com um Rear Naked Choke. Em 2009, Fedor disse: ‘Fujita é o único que conseguiu realmente me atingir, e me atingir duro!’

O próximo oponente de Fedor seria o participante dos UFCs 8 e 9, Gary Goodrige. Novamente, Fedor era pleno favorito e, desta vez, não desapontou, seu Ground n’ Pound foi mais do que suficiente para encerrar a luta no início do 1º round. Goodridge após a luta, disse não lembrar de nada que tinha acontecido tamanha a força dos socos de Fedor.

O próximo oponente de Fedor acabou sendo outro Pro Wrestler, Yuji Nagata. Nagata também não foi páreo para Fedor que o derrotou no início do 1º round. A decisão de Fedor de lutar fora do PRIDE nessa luta enfureceu os diretores que marcaram um GP de pesos-pesados, colocando 15 outros lutadores dispostos a fazer de tudo para tirar o título de Emelianenko.

Na 1ª rodada, a 1ª pedreira: O vencedor do GP de 2000 do PRIDE e ex-campeão de pesos-pesados do UFC, Mark Coleman. A luta começa e Coleman logo mostra o porque de sua fama de lenda, derrubando Fedor logo no início da luta. Fedor não se abalou e, mostrando uma excelente guarda, finalizou Coleman com um armbar. Este foi o 2º campeão do UFC derrotado por Fedor, tendo sido Minotauro o primeiro.

Na 2ª rodada, a expectativa era Fedor Emelianenko enfrentar o rei do K-1 e um dos melhores kickboxers da história, Mirko Cro Cop, porém Kevin Randleman, outro campeão do UFC, derrotou Cro Cop por nocaute e iria enfrentar Fedor nas quartas-de-final.

A luta teve um dos momentos mais incríveis da história, não só do PRIDE, não só de Fedor e não só do MMA, mas da história do esporte de combate. Após derrubar Fedor nos segundos iniciais da luta e conseguir suas costas, Kevin Randleman aplica um german suplex sensacional, fazendo Fedor ir com tudo de cabeça ao chão, um golpe que muitos dariam o que sofreu como nocauteado, mas não Fedor… Mostrando um poder de absorção único, Fedor conseguiu sobreviver, sair sobre Randleman e alguns segundos depois, aplicar uma kimura que acabaria a luta.

Nas semifinais, Fedor enfrentaria o medalhista olímpico de Judô e invicto Naoya Ogawa, que tinha 7 vitórias em sua carreira no MMA. Fedor novamente não tomou conhecimento e em 54 segundos, finalizou Ogawa com um armbar.

A final seria na mesma noite, seus oponentes possíveis eram seu antigo oponente, Antonio ‘Minotauro’ Nogueira ou seu companheiro de treino, Sergei Kharitonov. Minotauro dominou a luta e venceu por decisão, estava formada a final. O campeão contra o ex-campeão, duas lendas se reecontrariam para acertar as contas. A luta, porém, acabou prematuramente, já que um choque de cabeças causou um corte irreparável em Fedor, causando o No Contest.

A revanche foi marcada para o SHOCKWAVE 2004, Fedor desta vez não procurou Minotauro no chão, dominando-o de pé no 1º round, com muitos socos e combinações. O 2º e 3º round que se seguiram foi uma dominação de Fedor, que, com uma excelente defesa de quedas e counter-punching, novamente reteu seu cinturão.

No ano seguinte, Fedor tinha um novo rival. Mirko Cro Cop havia se recuperado, derrotado Kevin Randleman e nocauteado Mark Coleman ainda no 1º round. Mirko Cro Cop, um dos melhores strikers da história do MMA atingia seu auge no esporte e faria com Fedor aquela que seria considerada a luta da década ao lado de Forrest Griffin vs. Stephan Bonnar.

No 1º round, Cro Cop mostra que não estava de brincadeira, acertando dois jabs que quebraram o nariz de Fedor no início da luta. Muitos chutes de CroCop continuavam machucando Fedor, que estava perdido na luta até conseguir derrubar CroCop. Muitos socos e pressão de Fedor cansaram CroCop e o que se seguiu foi o russo dominando novamente. Fedor começou a ganhar as trocações e conseguiu derrubar diversas vezes. Após 20 minutos de batalha, Fedor se sagrava vencedor por decisão unânime.

O que se viu a partir daí foi uma falta de desafios à altura de Emelianenko, o bizarro Zuluzinho foi seu próximo oponente, mostrando chance alguma de vitória e sendo derrotado em 26 segundos.

Mark Coleman foi seu próximo oponente, Fedor novamente dominou a luta e finalizou com um armbar no começo do 2º round.

A última defesa de Fedor seria contra Josh Barnett, porém este declarou que não estava pronto para a luta e deixou a oportunidade passar, Mark Hunt, outro striker poderosíssimo do K-1 seria o oponente de Fedor.

Fedor, com um dedo quebrado, não mostrou a mesma dominação de antes, não conseguindo um armbar no começo da luta e sendo dominado por Hunt no chão. Porém a lenda conseguiu se levantar, derrubar Hunt novamente e finalizá-lo com uma kimura aos 8:16 do 1º round.

Este foi o fim do PRIDE, mas não o fim da lenda de Fedor Emelianenko.

Em 2008 e 2009, Fedor bateu Tim Sylvia e Andrei Arlovski que, na época, eram considerados 2 dos 5 melhores pesos-pesados do mundo pela AFFLICTION.

Com o fim da Affliction, Fedor novamente ficou muito perto do UFC, mas não assinou por causa de seu péssimo empresário, ele então foi ao STRIKEFORCE, onde seria o fim de seus 10 anos de invencibilidade.

Em novembro de 2009, Brett Rogers era o Peso-pesado rankeado #6 no mundo, invicto e tendo ganho todas suas lutas por nocaute no 1º round, o nocauteador americano seria mais um dos possíveis grandes oponentes de Fedor, novamente o que se viu foi o russo dominar a luta por inteiro, ganhando o 1º round e nocauteando Rogers no 2º. Era o 3º peso-pesado Top 10 seguido derrotado por Fedor Emelianenko.

Seu próximo oponente seria outro ás do jiu jitsu, um finalizador tão bom quanto Minotauro, Fedor porém, não tomou conhecimento desta vez, para pior…

Werdum encaixou um triângulo após tomar um knockdown e no início do 1º round, Fedor teve que desistir e ter sua 1ª derrota de forma não-controversa em sua carreira.

Em janeiro de 2011, a volta por cima estava por vir, Fedor entraria no GP de pesos-pesados do STRIKEFORCE e seu primeiro oponente seria o desconhecido Antonio ‘Pezão’ Silva.

Fedor , ao contrário da luta contra Werdum onde conseguiu um knockdown, não conseguiu mostrar superioridade alguma, perdendo em pé e no chão e tendo que se retirar da luta após um inchaço no olho.

A lenda de Emelianenko começava a ruir.

2 Derrotas seguidas e Fedor enfrentaria outro lutador tido como um dos melhores de todos os tempos, Dan Henderson, considerado o lutador com o melhor poder de absorção de golpes da história enfrentaria Fedor.

Fedor consegue um knockdown em Henderson logo no começo da luta, algo nunca antes conseguido, porém em uma falha, toma um sweep e um uppercut direto no queixo, que o faz cair de cara no chão e faz o juiz acabar a luta por TKO.

O fim parecia iminente para Fedor, 3 derrotas seguidas da lenda e então um novo oponente surge.

No dia 20 de novembro de 2011, Fedor Emelianenko enfrentaria o veterano e ex-contender do título do UFC, Jeff ‘The Snowman’ Monson.

Lutando em sua terra natal, Fedor venceu por decisão unânime de forma não muito convencente de que ele ainda era a lenda de outrora.

41 dias depois, Fedor entrava no ringue novamente, desta vez, no show de ano-novo da DREAM. O fim do 1º round de sua luta seria o ano-novo no Japão, seu oponente era o medalhista de ouro do judô nas olímpiadas de Pequim, Satoshi Ishii. Não deu tempo para o ano novo começar com a luta rolando e, com menos de 40 segundos para a virada de ano, Fedor Emelianenko acertou um uppercut que colocou Satoshi Ishii para dormir.

Mais de meio ano se passou e nada de Fedor voltar aos ringues, ele assumiu a presidência da federação russa de MMA e se envolveu em outros planos, mas uma volta aos ringues era iminente, a Rússia tinha que ver a despedida de um de seus maiores ídolos.

A data era 21 de junho de 2012, o oponente era outro ex-contender do UFC, Pedro ‘The Rock’ Rizzo, brasileiro de 38 anos.

Fedor Emelianenko, a lenda, afirmou que se despediria dos ringues na luta, fãs custaram a acreditar, será que finalmente a jornada do último imperador terminaria?

Frio e calmo como sempre, Fedor sobe ao ringue, Rizzo já está lá, Fedor manda seu usual cumprimento a torcida e a luta começa, para logo acabar.

1 minuto e 24 segundos. Este foi o tempo que durou a despedida da lenda de Fedor Emelianenko dos ringues. Um cruzado de direita e Rizzo vai ao chão. Como se de propósito, Fedor cai para matar dentro do ringue de 4 lados, com um juiz japonês, Fedor dominando a luta, nocauteando, o oriental árbitro para a luta e a lenda ainda vive. Fedor, lembrando seus áureos tempos de PRIDE nocauteia Pedro Rizzo e mostra que, como toda boa história, toda boa lenda, nunca acabará.

Fedor se aposenta, mas sua legacia continuará, anos, décadas e séculos, todos lembrarão do russo que não tinha cara e nem físico de lutador, mas que entrava no ringue e calava a todos que ousassem a duvidar de sua habilidade. Fedor se aposenta como o melhor de todos os tempos, um título que não sairá de seu nome tão cedo. É o fim do império, é o fim do Último Imperador.

 

About Lucas Lutkus

Acessem http://winformativo.com/ e https://inthefightclub.wordpress.com/

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: